Estudo de caso: Joalheria Mousson


A joalheria russa Mousson publicou um vídeo na página virtual da empresa demonstrando que, já em 2014, utilizava a tecnologia de digitalização por luz estruturada como forma complementar à produção. Algumas capturas de tela apresentadas aqui detalham o processo. Conforme o vídeo, inicialmente é escolhida a gema que será utilizada, nesse aso uma opala branca. Após, procede-se o desenho no papel para o encaixe da gema escolhida. Então é feita uma modelagem em material similar a argila da peça em tamanho real para posterior digitalização 3D, reconstrução do modelo virtual e por fim, adequações pertinentes à forma e estética da joia.

Fonte: Mousson, 2014